Dicas

Abrir uma imobiliária ou ser corretor autônomo?

Quando se atua no mercado de trabalho, em função da recessão econômica que o país passa, mas com o mercado imobiliário se mantendo aquecido e com crescimento bem acima dos outros setores no período, podem surgir dúvidas.


Afinal, o que compensa mais: abrir uma imobiliária ou trabalhar como corretor autônomo? O que é necessário tanto para um quanto para outro? Vamos analisar o cenário e indicar como fazer tanto uma escolha quanto outra (e qual vale mais a pena, dependendo das suas características). Confira! 


Corretor autônomo ou abrir uma imobiliária? Qual compensa mais? 

Na verdade, não existe uma resposta ideal, pois cada um depende muito das características individuais. 

No caso de corretores autônomos, primeiramente, é necessário ter o curso técnico e registro no CRECI. Além disso, é necessário estar em dia com a anuidade. 

Trabalhar sem registro no CRECI ou estar inadimplente pode ser passível de punição, além de ser ilegal. 

De fato, a grande vantagem de ser um corretor autônomo é ter maior flexibilidade no quesito de horários. Ou seja, você faz a sua agenda e pode se dedicar da maneira que desejar tanto ao trabalho quanto a outras demandas também. 

Mas, vale lembrar que para ser um corretor autônomo de sucesso, é necessário ir atrás de clientes, ter uma ótima imagem profissional, frequentar eventos, além de um site e redes sociais voltados a isso. 

Ou seja, não é fácil garantir o sucesso em um mercado tão competitivo como é o mercado imobiliário. 

Você precisa ser um profissional bem relacionado, ter bons contatos, fazer muito networking e ser responsável. 


Como abrir uma imobiliária? 

Se você já acredita ter bastantes clientes ou prefere atuar no ramo de ter uma imobiliária, então preste atenção em como abrir um negócio. 

Primeiramente, você precisa se legalizar: será necessário ter um CNPJ. 

A formalização é fundamental para você passar credibilidade aos seus clientes, indicando que sua empresa é série e confiável. 

Além disso, você terá que obter um CRECI jurídico. 

Será importante também verificar onde será sua imobiliária, adquirir um espaço bom, com telefone, fazer um site e talvez, atuar junto com portais de divulgação de aluguel e venda de imóveis. 

Ter uma presença marcante em diversos canais de comunicação pode fazer a diferença. 

Além disso, é essencial ter um plano de negócios. Ponha na ponta do lápis cada custo e não esqueça de contar com uma reserva para imprevistos, que sempre podem ocorrer. 

Muitos empreendimentos de negócios falham já no primeiro ano, uma vez que quem decide abrir não estuda o mercado, não estabelece metas reais e não observa quem são seus concorrentes, por exemplo. 

Sem um diferencial, você dificilmente sobreviverá nesse mercado. 

Portanto, analise com calma todos esses pontos, para ver se você está no momento certo de abrir sua imobiliária. 


Conclusão 

Saber se é o momento certo de ou ser um corretor autônomo ou abrir uma imobiliária depende de vários itens e uma análise profunda, bem como bastante planejamento. 

Independente de qual será sua opção, seja sempre um profissional legalizado e bastante ativo nos canais de comunicação.